Barra de vídeo

Loading...

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Justiça decreta prisão preventiva de tios que torturavam menino em ritual

Flávia Lima e Bianca Bianchi

Delegado Paulo Sérgio Laureto está acompanhando o caso da criança. (Foto:Marcos Ermínio)Delegado Paulo Sérgio Laureto está acompanhando o caso da criança. (Foto:Marcos Ermínio)
Os tios que torturavam o sobrinho de quatro anos já tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça. A informação é do delegado Paulo Sérgio Laureto, titular da DEPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente), que não soube informar o nome do juiz que decretou a prisão, já que a documentação chegou pronta da Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário)

Ainda segundo o delegado, as duas meninas, também filhas do casal, já estão prestando depoimento para a psicóloga da DEPCA.
A criança, que era tortura pela tios em ritual de magia negra, deu entrada na Santa Casa nesta terça-feira, porém ela foi atendida primeiro na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Coronel Antonino e depois encaminhada por uma assistente social até o hospital, devido a gravidade dos ferimentos, o que pode, inclusive, levar a criança a perder a visão. 
Conforme a polícia, o menino teve lesões graves no corpo causadas por queimaduras, socos e pancadas. Foram verificadas também, conforme registro policial, ferimentos antigos, como inchaço na região dos testículos e unhas arrancadas.
Os responsáveis pelo menino, uma mulher de 31 e um homem de 45 anos, tinham a guarda da vítima desde o ano passado, estão presos e confirmaram as torturas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário