Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

MPE investiga Prefeitura da Capital por omissão e atraso na entrega de UPAs

O Ministério Público Estadual (MPE) vai investigar a Prefeitura de Campo Grande devido ao não cumprimento de convênios firmados com União para construção de unidades de saúde do Município.
UPA Leblon está abandonada e se tornou alvo de vândalos
Segundo publicação do Diário Oficial desta quinta-feira (25), o inquérito será conduzido pela 29ª Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social de Campo Grande e vai apurar irregularidades na construção de Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF).
Campo Grande, desde 2012, deu início a uma série de obras, com recursos federais provenientes de convênios com Fundo Nacional de Saúde, para construção de novas UPAs e UBSFs, Entretanto, as obras caminham a passos lentos. Das três UPAs iniciadas em 2012, ainda na gestão do prefeito Nelsinho Trad (PTB), apenas a UPA da Moreninhas foi entregue, no dia 11 deste mês.
As UPAs do bairro Santa Mônica e do Jardim Leblon estão praticamente concluídas, porém não há data prevista para inauguração. O valor de cada uma das unidade é de R$ 4,2 milhões, dos quais R$ 2 milhões, de cada unidade, é contrapartida do Município.

Nenhum comentário:

Postar um comentário