Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Sindicato dos professores compara exonerações de Bernal com coronelismo

Exoneração em massa foi publicada no Diogrande

  • (Foto: Arquivo Midiamax)
  • Para o presidente da ACP (Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública), Lucílio Souza Nobre, a exoneração de 42 diretores em cargo de comissão, publicada no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande) desta quarta-feira (17) é comparada aos atos praticados durante o coronelismo. “Entendemos que é um retrocesso para a educação. Não se resolve educação dessa forma”, afirmou.

    Entre os exonerados estão 18 diretores de Ceinfs (Centros de Educação Infantil), 24 diretores da Reme (Rede Municipal de Ensino) e outros sete diretores adjuntos. Na mesma publicação foram nomeados novos servidores para ocupar os cargos. 
    O presidente da ACP garante que vai tomar medidas judiciais a respeito e que estranhou a troca massiva de diretores em ano político. Ainda segundo ele, a eleição para diretores resolveria o problema de nomeações. “Sempre vamos defender gestão democrática. Inclusive tem projeto de lei projeto de Lei que trata da eleição para diretor. Ano retrasado foi elaborado, encaminhado à Semed e estamos sem resposta. É preciso entender que a troca de diretores de acordo com o secretariado não é correta porque o secretário é passageiro”, finalizou. 
    Em protesto as exonerações, alguns pais de alunos da Escola Municipal Professora Oneida Ramos estão planejando uma manifestação nesta sexta-feira (19), em frente a escola. A reunião deve ser às 7 e depois as mães seguirão em direção à Avenida Guaicurus.
    A presidente do Conselho de pais da unidae explicou que a decisão pegou todos de surpresa, principalmente porque o desempenho do diretor da escola, Paulo Xavier da Silva é considerado satisfatório entre os pais. "Não aceitamos porque ele é um excelente diretor. Sempre trouxe ótimos resultados. A escola é um exemplo para outras. Ele se dedica”, defendeu Rosângela do Nascimento Pires, de 45 anos. 
    A Prefeitura informou apenas que foi uma decisão técnico-administrativa. (Matéria editada às 15h20 para acréscimo de informações).

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário