Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

Cinco meses após assumir, Bernal troca nomes de Olarte em Conselho de Cultura

Nomeações atendem revindicações do movimento cultural


A Prefeitura Municipal de Campo Grande nomeou nesta quarta-feira (17) os representantes municipais que faltavam para que o Conselho Municipal de Políticas Culturais voltasse a funcionar, conforme publicação no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). As indicações ocorreram cerca de cinco meses após o prefeito Alcides Bernal (PP) ser reconduzido ao cargo de prefeito.

A publicação desta quarta-feira traz o nome do atual diretor-presidente da Fundac (Fundação Municipal de Cultura), Wilton Acosta, na representação da pasta, em substituição ao músico e ex-titular da Fundac, Marcos Antônio Roker Troczinski. Como suplente, Emerson dos Santos Borges substitui Tiago Queiroz de Oliveira. Na área de Música Regional, Jardel Vinícius Tartari substitui Clarice Benitez. Na area de Artes Plásticas, Ana Carolina Pereira de Carvalho substitui Carlos Martins Esquivel. Por fim, na área de Literatura e História, como suplente, a servidora concursada Carmem Conceição Britez de Eugênio Lima substitui Edgar Gustavo Flecha Icasati.A publicação dos nomes da administração para o Conselho, em substituição dos indicados ainda na gestão de Gilmar Olarte (PP), afastado da Prefeitura em agosto de 2015, atende a uma das principais reivindicações do movimento cultural da cidade, composto por artistas locais e agentes culturais. Sem os nomes da gestão no Conselho, a publicação dos editais FMIC e FOMteatro de 2016 não poderia acontecer, por exemplo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário