Barra de vídeo

Loading...

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Bernal tem 7 dias para cumprir reajuste de professores e evitar greve

Para quem acompanha as redes sociais já se atentou que existe uma contagem regressiva feita pelo Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Pública (ACP), de acordo com a vice-presidente da ACP Zélia Aguiar essa contagem foi feita para lembrar ao prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) que ele tem até o dia 29 deste mês para cumprir com o rejuste salarial dos profissionais da educação.
Ainda de acordo com Zélia na quarta-feira (17) foi enviado um documento pela prefeitura para a diretoria do sindicato, mas o documento não trazia nenhuma novidade. "O documento não tinha nada de novo, só estava dizendo que a prefeitura reconhece a Lei e que farão de tudo para nos atender."
Zélia disse que essa contagem regressiva tem é a intenção de lembrar o prefeito que no dia 29 de fevereiro está marcada uma reunião com a comissão do prefeito, e se um acordo não for fechado uma assembléia pode decidir pela greve dos professores.
"Se eles não nos atenderem no dia 29 a assembleia de professores pode decidir pela greve".
Reajuste
O impasse entre e a Prefeitura e os professores continua na Capital. Os profissionais exigem, desde 2015, o cumprimento da Lei Municipal 5411/2014 que estabelece integralização do piso municipal em 13,01%.
De acordo com o presidente do Sindicato Campo-Grandense dos Profissionais da Educação Pública (ACP), Lucílio Souza Nobre, durante a discussão acontecida no dia 2 de fevereiro foi acordado que a Prefeitura vai cumprir o reajuste salarial da categoria, só não garantiu quando e de que forma isso irá acontecer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário