Barra de vídeo

Loading...

quinta-feira, 3 de março de 2016

Mulher é presa suspeita de envolvimento em tortura de criança

A mãe da tia do menino de quatro anos que era torturado em rituais de magia negra foi presa em Aquidauana, devido um mandado expedido pela 7ª Vara Criminal de Campo Grande.  Ela foi presa pela Polícia Civil e transferida para a Capital, onde será ouvida novamente. As Investigações dão conta que a mulher também praticava os rituais em Aquidauana, mas não há indícios de que outras crianças tenham sido torturadas.
O relato do primo da vítima, de 18 anos, também preso em Aquidauana, foi fundamental para confirmar a participação da mulher nas sessões de tortura. Na semana passada, ao prestar depoimento em Campo Grande, ela tinha dito que fazia apenas magia branca e que não tinha conhecimento de que a filha estava envolvida em magia negra.
O caso
A criança foi resgatada na semana passada, numa casa situada na região central de Campo Grande, durante uma vistoria do Conselho Tutelar, que constatou as práticas de tortura e agressão por parte dos tios do menino, 31 e 46 anos.
Na residência, foram encontrados dois celulares, R$ 402,00, pulseiras de miçangas, patuá e um boneco, que, segundo informações, eram usados em prática de magia negra. Os tios da criança tentaram justificar as lesões dizendo que ela havia caído, mas entraram em contradição.
O casal, que ainda tem duas filhas, de 09 e 12 anos, acabou confessando as agressões ao menino, que já teve até água quente jogada em sua cabeça. A mulher chegou a declarar que ela e o marido ouviam vozes do diabo.
As investigações constataram que uma terceira pessoa participava dos rituais, no caso, o primo da criança, preso em Aquidauana. A mãe da tia do menino, que também reside na Princesa do Sul, foi ouvida pela polícia e negou envolvimento nas agressões. Ela acabou presa nesta segunda-feira, após mandado expedido pela 7ª Vara Criminal de Campo Grande.
Com a visão comprometida e uma série de lesões no corpo, a criança permanece internada na Santa Casa de Campo Grande, com previsão de receber alta no próximo domingo (06).

Nenhum comentário:

Postar um comentário