Barra de vídeo

Loading...

terça-feira, 8 de março de 2016

Suspeito de estuprar menina de 9 anos segue preso e diz que 'não se lembra'

Ele colocou a culpa na bebida

Jovem de 24 anos, preso por estupro de vulnerável no último sábado (5) em Naviraí, cidade a 359 quilômetros de Campo Grande, teve a prisão em flagrante convertida em prisão preventiva e segue detido. Ele estava morando no município havia um mês e a vítima é vizinha do amigo com quem ele morava.

De acordo com a delegada Sayara Quinteiro Martins, titular da DAM (Delegacia de Atendimento á Mulher), que atendeu o caso no dia, em audiência de custódia o juiz determinou pela prisão preventiva do rapaz. Segundo a polícia, não houve conjunção carnal, mas ato libidinoso que configura o crime.
Consta no boletim de ocorrência que a mãe da criança deixou a menina com o ex-padrasto, com quem o rapaz de 24 anos estaria morando, pois precisava sair para trabalhar. Os dois homens e a menina ficaram na casa e, aproveitando descuido do amigo, o suspeito forçou a criança a sentar no colo dele, conforme relato da vítima.
Após o ocorrido, o jovem também forçou a criança a ir até a casa dela, que fica ao lado, onde entrou no quarto, tirou a roupa e também despiu a criança. O amigo, que estava cuidando da menina, percebeu que ela e o amigo não estavam na residência e foi até a casa da vítima, onde encontrou o suspeito deitado no colchão, nu, e a menina também sem roupa, em pé e assustada em um canto do quarto.
Segundo a polícia, os atos configuram o crime de estupro de vulnerável e, por isso o jovem foi detido em flagrante. A criança passou por exames médicos e recebeu atendimento e passa bem. O suspeito chegou a afirmar que estava muito embriagado e não se lembra do ocorrido, mas responderá pelo crime preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário